Pages

domingo, 8 de maio de 2011

Mãe, aquela que Deus escolheu para mim!

Ela é presente de Deus!
   Neste Domingo não deve ser somente mais um dia do ano, mas o dia daquele que sentiu as dores do parto e trouxe vida a este mundo. Mãe é símbolo de vida, um ser humano que fez com que a unidade do mundo aumentasse, que a vida se aglomerasse.
   Nas palavras ela nos conforta, ajuda-nos a carregar a cruz que está em nossos dias, e no seu carinho materno nos dá o seu colo como descanso. As lágrimas que no rosto faz morada simplesmente ela vem e enxuga com seu amor.
   Deus deu as mães para que nós não apenas sentíssemos o amor divino, mas também o amor materno humano, que se faz tão forte e tão verdadeiro que a mãe continua sendo mãe até após a morte!

   "Mãe é presente do céu!"

   Mãe é o objetivo do amor pela maternidade, que traz mais vida a este mundo. Nós temos um amanhã com vida graças a elas, que deram a oportunidade de novos seres virem ao mundo. Mas a pessoa da mãe não se resume somente no sentido materno, mas também aquela que pela vontade de Deus veio ao mundo como conselheira e mulher honrada, pois vida humana é sinal de benção, e não de desonra!
   Tome como exemplo aquela que disse sim para a vontade de Deus, e de seu ventre fez o trono do salvador, Jesus Cristo, o filho de Deus. Maria com o seu sim se fez exemplo a muitas mulheres que tinha o desejo de dizer não a vida. Ensinou a mulheres a dizer sim a vida, e também dizer firmemente não para o assassinato, para o aborto e todo tipo de crença e crueldades contra a vida.

  "Bendita é você entre as mulheres, e bendito é o filho que tu leva em teu ventre"
   Lucas 1, 42

Mãe é sagrado!
   Do sim de Maria o verbo se fez carne e se colocou entre nós! Deus usa Maria como exemplo de maternidade, e também nos mostra que as vezes ele se manifesta pelo amor de mãe, pois tudo é feito pela vontade dele a partir do momento que é feito para o bem.
   Mas é mãe em todo mundo, amor materno é um sentimento universal, chegando até a alcançar o reino racional dos animais, como a galinha, que observa seu filhote sendo atacado, ela se coloca a frente de sua cria e a defende com as garras preparadas para o ataque.
   Ser mãe as vezes é dizer não, mas um não sem ruindade e muito menos raiva, mas sim por amor. Um não as vezes também pode salvar uma vida! A igreja as vezes também toma o papel de mãe, ela educa e ensina, assim como particularmente me educou e me ensinou. As vezes a igreja me disse não, mas eu sei que foi por amor a mim e ao meu próximo.

  "A igreja também é mãe!"

   Deus nos dá a mãe como anjo disfarçado de mulher, ela esconde suas assas na alma.
   Rezo pelas mães que se foram deste mundo, e agora estão juntas ao Pai que está no céu. Pois tenham a sabedoria e o conhecimento que o amor de mãe não morre! O que morre é o corpo, e o amor é eterno, e chega a ser tão forte que a morte não mata este amor, muito pelo contrário, as vezes a morte aumenta este amor, pois agora ela está ao lado de Deus, e ele é a fonte do amor.
  O amor é luz!

   "A luz brilha nas trevas, a as trevas não a derrotaram"
   João 1, 5

   Amados, não somente este dia dedique a aquela que te criou, mas todos os dias agradeça por você ter uma mãe, aquela que te deu amor, ela é presente de Deus. Ore pelas mães que ficaram e as que se foram, pois lá do céu ainda elas tem muito amor para dar!

  FELIZ DIA DAS MÃES!

  Lucas de Almeida Moraes.
PARABÉNS PELO SEU DIA!

2 comentários:

  1. suellen nogueira8 de maio de 2011 17:03

    "Mãe é presente do céu!" Que liiinds *----*

    ResponderExcluir