Pages

terça-feira, 17 de maio de 2011

Saiba separar as coisas!

Não confunda um padre e qualquer
outro lider religioso com o verdadeiro
sentido de ser igreja!
     Neste ultimo domingo, dia 15 de maio de 2011, foi apresentada uma reportagem na rede Globo de comunicação, onde se tratava de um "padre" que usava métodos de curandeirismo, que este próprio padre pronunciava com a máxima certeza que eram métodos totalmente farmacêuticos, onde receitava medicamentos que ele chamava de naturais que levaram pessoas que tomaram este remédio a altas enfermidades, e alguns chegando até a morte!
     Realmente é uma calamidade que membros do cristianismo participe e liderem coisas absurdas como estas, pois querendo ou não quando um líder espiritual como um padre se atrapalha na fé, e também na própria moral que foi a ele ensinado como base de uma vida eclesiástica, vários caem juntamente com ele, pelo fato de ver na pessoa não somente do padre, mas em todos os religiosos uma figura exemplar que vale a pena ser seguida.
    Mas como já diz o título deste texto em particular, "Saiba separar as coisas", pois não culpe a igreja por erros humanos, pois a igreja visível que são as "facções" e grupos religiosos erram sim, mas a igreja que é o próprio Cristo é infalível, pois ele é o mistério encarnado em um ser que é a igreja invisível, mas se faz no meio de nós. Muitas vezes pessoas ignorantes deixam a sua igreja por erros de seus representantes.

   Como já disse não é somente o caso dos padres, mas de todo cristianismo humano! Outro exemplo são alguns pastores das igrejas cristãs evangélicas, que lucram quase milhões com o dinheiro que é retirado dos fiéis com ideologias de salvação pelo dízimo em quantias excessivas. Meus amigos, pra quem acompanha a bíblia como eu acompanho, sabe que a maior oferta foi as 3 moedas da viúva, que foi pouco sim, mas foi de coração!
    Amigos, se um representante de sua igreja cai não o julgue, pense e faça o que Cristo faria neste momento, pois Cristo não iria apontar o dedo na cara de um padre ou pastor para o culpar, mas sim para o ajudar, e não ser rude nas palavras, mas ser espelho para reconstruir a dignidade do ser humano. Mas não esqueça que algumas vezes a justiça deve ser feita, pois Cristo não passou a mão na cabeça de certas pessoas duas vezes, pois de vez em quando foi preciso erguer a voz e ser mais pulso firme e severo. Mas entendam que Jesus não fez isso por ruindade, mas por amor, como um pai diz não ao filho que esta prestes a brigar com seu irmão.
    Saiba separar a sua fé daquele ser humano pecador que errou, se seu líder espiritual cai, não caia também, continue firme, pois Deus está com você, e da sua pessoa ele faz exemplo de perseverança na fé naquele que é o alfa e o omega, o princípio e o fim!
    Não se rebele contra a igreja, pois ela não tem culpa dos erros dos seus filhos, pois um dia adotaram a igreja como mãe e não obedeceram corretamente o que ela os ensinou.

    "A igreja os educou e ensinou como uma mãe, mas não souberam colher bons frutos do conhecimento, e foram pegar os frutos podres caídos ao chão!"

    Lucas de Almeida Moraes.

Não deixe que sua fé caia por culpa de religiosos que não respeitam
o nome que tanto dizem: JESUS CRISTO, pois ele irá fazer justiça!

2 comentários:

  1. Infelizmente, é comum o aparecimento de pessoas como esse padre que usam a palavra sagrada como um argumento para coisas ilícitas, assim como uns falsos pastores evangélicos que, digo porque sou evangélica e já fui em igrejas desse tipo, dizem que se você não ofertar determinada quantia e oferecer o dízimo, não haverá lugar no céu pra você. E agora eu pergunto: Desde quando Deus leiola lugares ao Teu lado? Mas não são todas as pessoas que pensam como nós. Milhares acreditam nesses falsos pastores/padres e se convencem se que aquela ideologia é certa. Uma pena.
    Beijos, Lucas.

    ResponderExcluir
  2. Nós os fieis deste cristianismo em crise de representantes temos que ser exemplo de perseverança na fé, mesmo que os nossos padres, pastores e ministros da palavra de Deus caia. Vamos ficar firmes na fé!

    Lucas de Almeida Moraes

    ResponderExcluir