Pages

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Se encontraram para a eternidade!

Foram se encontrar novamente!
  Amigos, a menos de 20 dias, mais precisamente no dia 14 de abril de 2011, eu escrevi uma homenagem a minha querida vovó, agora venho dizer que meu querido vovô voltou para a casa do seu pai que esta no céu.
  É bonito o amor, pois nem a morte separa, no caso dos meus avós foi o que aconteceu, não conseguiram viver um sem o outro, e agora estão juntos, não pela carne, mas sim pelo espírito que descansa em Deus.
Meu avô era um homem íntegro, honesto, letrado e extremamente intelectual, tendo o prazer de apresentar suas inúmeras enciclopédias na prateleira da sala.
  Não vou me esquecer do homem que se sentava a mesa com seu inseparável copo de café, com seus óculos fundo de garrafa, com sua papelada e uma caneta, fazendo contas e mais contas, medidas e medidas e cálculos e mais cálculos.
   Era um homem apaixonado pela marcenaria, tinha no fundo de sua grande casa um galpão, onde guardava suas ferramentas e máquinas com tanto amor e carinho. Fez móveis com sua imaginação estupenda, e até sua própria casa, tijolo por tijolo, suor e mais suor, sonho por sonho.
  No quintal de mais de dois mil metros da casa que pelo sonho e motivação construiu, tinha as mais belas flores. Quando ainda firme e forte no corpo, caminhava entre seu jardim em passos vagarosos, sem pressa, com as mãos para trás, e com o olhar perdido na imensidão dos altos pinheiros que rodeava a sua propriedade.
  Na cozinha se espremia em meio a filhos e netos para a refeição. Com um jeito de chefe de família, se assentava na ponta da mesa, e disso eu nunca vou me esquecer, pois eu me lembro na outra ponta, ficando cara a cara e olho no olho com um homem que comia em silêncio e sem pressa, mas escutava e prestava muita atenção nos detalhes de todos!
  Meu avô tinha histórias fantásticas e fascinantes, pois presenciou nos seus 85 anos grandes fatos que mudaram o mundo, como a II Guerra Mundial, e grandes personalidades que ele tinha orgulho de dizer apenas o nome, como Jucelino Kubichek e Getulho Vargas. Meu avô mesmo contava a história de sua vida com orgulho, pois nasceu em uma família honrada, humilde, pobre mas feliz! Ele me contava que era tão pobre que ia vender doces na cidade descalço, pois não tinha dinheiro para comprar calçados.
Silvio de Almeida.
  Nasceu pobre, mas dizia a minha avó que ele tinha o desejo de morrer rico. Na verdade não conseguiu isso, mas deu uma ótima vida a minha mãe e aos meus tios, sempre sendo severo, pois seu sim era sim, e o seu não era não!
  Suas piadas eram super engraçadas, sempre havia uma nova para cada momento! Era um velhinho sério, mas tinha seus momentos humorados que compartilhava com a família.
  Não quero me lembrar de meu avô como um velho deitado e confinado em uma cama, dependendo de cuidados, enfermo e silencioso. Quero lembrar dele como um homem que amava seu bigode e odiava que falassem para cortar, que tinha gosto pela arte de criar, que brincava com os netos, que deitava na
cama e roncava feito um trator. Quero me lembrar quando chegava em casa com sua Belina verde que tanto gostava!
  Um dia quando meu avô já doente, eu fui até ele e começamos a conversar, ele muito emotivo começou a chorar, e eu como sou uma manteiga derretida logo senti as lágrimas correndo o meu rosto. Disse a ele neste dia que tudo o que eu iria escrever e criar seria para ele, e agora eu cumpro o que eu disse, tudo é primeiramente para Deus e depois ao meu querido avô!
  E seu Silvio, o senhor que agora desfruta das grandezas que é o céu, peço ao senhor meu caro avô, que esteja sempre intercedendo a Deus por nós, e que seja feliz, pois não há felicidade maior do que estar com Deus!

  "O meu lugar é o céu, é la que eu quero morar!"

  Lucas de Almeida Moraes.
Silvio de Almeida, neste dia 4 de maio vai ao encontro com DEUS!
VAI COM TUDO VÔ, DESCANSA QUE VOCÊ MERECE!

4 comentários:

  1. velho seu vo deve ter sido um grande homem,pena que nao conheçi. infelizmente as pessoas que nós mais amamos vao justo na hora que mais precisamos delas.
    tomara que ele estaja com seu deus,apesar de nao acreditar respeito quem acredita.

    ResponderExcluir
  2. Suellen Nogueira4 de maio de 2011 16:18

    Meus sentimentos Lucas!
    Seu avô deve ter sido um grande homem!E grandes homens merecem o descanço e a alegria de desfrutar do reino dos céus!Como vc mesmo disse ele foi ao encontro de sua vó,e tenho certeza de que devem estar muito felizes de estarem juntos novamente!
    Rezarei por ele e pela sua famlía para que tenham força,pois sei que não é facil passar por isso !
    Beeijks champz! fcD !

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo seu texto,com certeza seu avô foi um grande homem,sinto muito pela perda.

    ResponderExcluir
  4. Esse era o nosso Nono querido...vai estar para sempre em nossos corações....com saudades eternas!!!

    Amamos o senhor Vô!

    ResponderExcluir