Pages

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Permita que Deus cuide de você


             Queridos, é uma alegria tê-los novamente aqui. Peço desculpas por este pequeno tempo sem postagens, pois ainda estou de mudança e etenho pouco tempo. Hoje os convido a deixar um pouquinho o seu Orkut, facebook, Skype, msn e outros afazeres para parar um pouco em frente a tela do seu computador e partilhar esta reflexão comigo.  
              Deus no momento de nossa concepção assume um papel muito importante em nossas vidas. Ele se prontifica a cuidar de nós. Nossos pais como zeladores de seus filhos também são cuidadores de suas sementes. Eles receberam de Deus a divina missão de educar os seus filhos para ganhar o céu.
              Permitir que Deus cuida de você é mais do que ir a sua igreja todo final de semana, é mais até do que orar. Permitir que Deus cuide de você é obedece-lo e buscar a santidade, pois obedecendo a Deus nos podemos aprender  a orar e sair de nossas casas mais santos para glorifica-lo em nossas igrejas.

“Permitir que Deus cuide de você é obedece-lo”

              Muitas vezes nós não compreendemos o cuidar de Deus, não é verdade? Pois bem, toda vontade do criador tem o seu porque. Conhecer o meu cuidador e mergulhar em seu mistério, é entender o porquê que ele cuida de mim assim.
              A muitas coisas que somos “crianças” demais para entender, pequeninos na fé que precisam despertar para um crescimento positivo. Assim quando éramos crianças nossos zeladores nos colocavam limites e regras. Muitas vezes não entendíamos o porquê dos limites, mas cumpríamos as coisas que nos foram ordenadas.  Já jovens e adultos olhamos para o passado e podemos perceber que aquelas regras nos tornaram pessoas melhores, honestas, integras e inteligentes. Nós olhamos para aquele menino e menina pequenos a 10, 20, 30 e tantos anos atrás e vimos ele sempre perguntando o porquê daquela regra. Hoje nós podemos responder o porque: Porque meu zelador me amava e continua me amando, me amou tanto que pensou no meu futuro e o que aquelas regras me ensinariam!
              Cuidar é amar, e o amor também tem suas regras. Não seja um pai e uma mãe ingênua de dizer sim a todo tempo aos seus filhos. Dizer sim a todo momento não é amar como muitos dizem. Quando se diz sim a todo tempo para nossos filhos nós não estamos ensinando a eles a lidar com os inúmeros nãos que a vida ira trazer.
               Tudo isto também ocorre no cuidar de Deus. As vezes somos muito fracos na fé e não entendemos os seus sagrados planos. Somos acomodados e preguiçosos, não somos maduros o bastante. Mas tendo sempre cede e procurando entender e buscar o criador nós podemos chegar a compreensão de cada linha que ele escreve, mesmo sendo torta, nós vamos entender.

“É graça divina é começar bem. Graça maior é persistir na caminhada certa. Mas graça das graças é não desistir nunca.”
Dom Helder Câmara

              Particularmente me felicito, pois sei que a minha vida é um constante processo de conhecer mais a Deus, o meu cuidador. E quando mais eu conhece-lo, maior será a minha capacidade de compreender os seus planos refletidos em minha vida.   

“Entender como Deus cuida de nós é compreender que toda exigência tem um fardo, mas a gloria nos espera radiante em um caminho iluminado por um ser maior.”

               Deus nos coloca regras para nos proteger do mau! Se não fosse Deus separar a luz das trevas e Jesus Cristo ter se sacrificado, garanto, nos estaríamos como cegos em tiroteio. Mas não, como sempre Deus não nos deixou na mão, mas mostrou a nós os dois lados da moeda, o que é certo e o que é errado, o que ilumina e o que é das trevas.
               Amados, Deus cuida com amor, e este amor abre horizontes, mas nesse horizonte existe uma cerca e uma porteira aberta. A cerca é o limite que este amor apresenta, a porteira aberta é a liberdade que Deus nos da para que com o nosso entendimento possamos fazer as nossas escolhas. O criador não é uma cadeia, ele não nos prende mediante a seus mandamentos, mas nos liberta e apresenta a sua luz como uma escolha. Contudo, depende somente de nós e nossas escolhas que podem transformar radicalmente as nossas vidas e a dos nossos amigos.
              Nenhum ser humano pode ser feliz e nem se dar conta da sua existência se não estiver situado nos limites que tem. Eu compreendo que se eu ficar constantemente no fundo do mar eu poço me afogar,  porque meu folego tem um limite. Estabelecer limites na vida não é somente uma prova de amor a Deus, mas a nós mesmos!
              Quantas e quantas vezes fazemos algo que depois nos sentimos mal, pesados, abalados e angustiados não é mesmo? Isso muitas vezes é falta de amor próprio. Quando eu me amo eu devo procurar o que me edifica e não oque me machuca. E se ao caso tropeçar mesmo nos amando devemos recorrer a aquele que é o único remédio.

“O homem que sabe reconhecer seus limites é aquele que esta cada vez mais perto da santidade.”

              Amigos, talvez muitos de vocês conheçam pessoas que já deixaram seus limites a tempos, que deixaram de se amar e amar a Deus. Mostre a eles pelo teu sorriso que o colo cuidador de Deus é um lugar que nem palavras tem a capacidade de testemunhar tamanha grandeza, mas no silencio de um sorriso é possível, pois é ele que expressa a festiva alegria da alma!
              Deixe que Deus cuide de você, ele pode mudar os alicerces da tua vida e despertar no teu coração um amor que ira revolucionar não somente o seu viver, mas também de todos aqueles que estão a sua volta

“Deixe limpo o teu coração antes de permitir que o amor entre nele, pois até o mais doce mel azeda em um recipiente sujo!”

Lucas de Almeida Moraes

facebook: Lucas De Almeida Moraes
Skype: lucass294 

Nenhum comentário:

Postar um comentário